sábado, 13 de junho de 2009

Muitas viagens inesquecíveis


Na década de 80 'bombamos'!


Tínhamos TODOS os nossos finais de semana ocupados. Eram muitas viagens para todos os cantos do RS. Literalmente!!! A sexta-feira chegava e tínhamos o compromisso de 'carregar o caminhão' com os equipamentos técnicos. Às vezes na mesma noite iniciávamos a viagem e, ao chegar ao destino, já iniciávamos o descarregamento e montagem de toda a 'parafernalha', que ao poucos foi ficando cada vez maior. Tudo era muito legal.
(Acima foto do grupo que foi para Bagé)

Acho que foi assim que muitos formaram sua personalidade colaborativa. Não dava para pensar em sono, em cansaço, intrigas, etc. Tínhamos que aprontar TUDO muito rápido. Não havia possibilidade de atraso. Normalmente chegávamos e sabíamos que teríamos um ginásio lotado. Tudo bem que às vezes o tal ginásio era minúsculo, mas isso era só detalhe...

Terminava a montagem, lanche, banho (qdo tinha lugar próprio) e preparação para a apresentação. Todos lindos, MARAVILHOSOS, sorrindo, alegria pura! Lá íamos nós para o momento da apresentação. Apresentação NÃO! SHOW!!!

Claro que às vezes coisas engraçadas aconteciam. Uma chapa de Eucatex soltava, curto circuito, uma rodinha do patins saía pista à fora, um pedaço da roupa caía, ou um adorno da cabeça, mas aprendemos a superar e sorrindo, seguíamos nossa apresentação. Nos sentíamos 'profissionais'.

Lembro bem da vez que fomos para Bariloche. Isso mesmo, fomos para lá com tudo de graça! Detalhe a viagem foi toda de ônibus! Ida e volta. Uma saga. Atravessamos todo o deserto da Patagônia devidamente acomodados em dois ônibus. Mais um detalhe, eles não eram do tipo leito...Bem foi tudo muito engraçado, brincávamos muito durante as viagens, pois não existiam jogos eletrônicos, celulares, DVDs portáteis. É, já vivemos sem estas coisas...No máximo, alguns tinham um 'walkman', porém as pilhas não duravam quase nada...O negócio era inventar brincadeiras. As acomodações também eram normalmente sem nada de luxo! Alojamentos em ginásios e escolas. Alguém arrumava colchões, uma sala era para as meninas e outra para os meninos. Nesta viagem, na passagem pelo Uruguai, as meninas ficaram alojadas próximo a um convento. Era lá que tomávamos banho. quem lembra dos banheiros??? Eu lembro... Certa parte, a do banho, era escura...O vaso sanitário era do tipo romano...Muito desconfortável.


(Foto do grupo que foi para Bariloche)
Tudo valeu à pena e eu certamente repetiria tudo de novo...

Foi nossa oportunidade de conhecer a neve!


Bjus,
Marcinha

5 comentários:

  1. Alexandre Vieira(Lele)13 de junho de 2009 09:33

    Márcia, seus relatos foram fantásticos, fez retornar a um tempo mágico, que certamente todos gostariamos de retornar e uma expressão que muito temos entre nós e passamos para os nossos filhos,"Não dava para pensar em sono, em cansaço, intrigas, etc." bom seria o mundo pensar assim... Abraços para todos.

    ResponderExcluir
  2. É verdade Lelê, seria bom mesmo. A vida passa rápido, muito rápido... Nos deixamos levar pelas picuinhas da vida, pequenos desafetos, ou apenas uma busca incontrolável pelo ter/mostrar. Acabamos esquecendo que o importante é viver bem e isso significa viver bem com o mundo que nos cerca e, que nada mais é que PESSOAS. Não nascemos sós! Fazemos parte de algo maior e cada um contribui com um pouquinho. Agradeço sempre por ter dividido uma parte tão importante da minha história com este grupo MARAVILHOSO. Lembraças boas são o que ficam....

    ResponderExcluir
  3. Nossaaaa...quanta saudades de toda essa função...lembro como se fosse ontem, e essa nostalgia me emociona demais....!
    ps.:hehehe, eu não estava nos anos 80...mas nos 90....SIM!

    ResponderExcluir
  4. Oi gente querida! Falando em Bagé, lembro de um episódio: O ralo do banheiro masculino do ginásio entupiu pois todos chuveiros estavam abertos ao mesmo tempo depois do show. O banheiro virou um piscinão e o Paulinho se atirava e dava peixinho naquela água. Na realidade eu não lembro, pois obviamente não estava no local (hehehe) mas o Nani me contou.
    Beijos - Ana Ruschel

    ResponderExcluir
  5. Haverá encontro este ano?

    ResponderExcluir